Laboratórios

O Departamento de Biologia Animal tem suas instalações nos 2°, 3° e 4° andares do Edifício Anexo do Centro de Ciências Biológicas II (CCB II); Museu de Zoologia João Moojen e Setor de Piscicultura e Ranário Experimental. Estas instalações perfazem um total de aproximadamente 2736 metros quadrados, que abrangem gabinetes de docentes, laboratórios de pesquisa e ensino, secretarias de graduação e pós-graduação, sala de estudos da pós-graduação, cozinha, banheiros, áreas experimentais e museu.

O Programa de Pós-graduação em Biologia Animal conta na UFV com mais de 10 laboratórios (com subdivisões) e um Museu, todos próprios e completamente equipados, em permanente aprimoramento. Além destes, há dois laboratórios associados ao Programa: um em Florestal e outro em Rio Paranaíba. Algumas atividades são complementadas em laboratórios multiusuários dentro da UFV, ou em plataformas de serviços nacionais. Os laboratórios sob a coordenação dos docentes permanentes são:

1. Laboratório de Patologia (LABP)

Área de 100 m2, e realiza atividades de estudo em patologias animal e humana. O laboratório conta com estufas para secagem e esterilização, vórtex, centrífuga para tubo de ensaio e eppendorf, dois microscópios binoculares, dois freezers, duas geladeiras, destilador e deionizador, medidor de pH portátil, banho-Maria, dois computadores. 1  Microscópio Biológico Trinocular com  captura de imagem,  balança analítica digital, vórtex,. Sala de cultura de células: 1 geladeira, 1 estufa de CO2, 1 capela de fluxo laminar e controle microbiológico, duas botijas de nitrogênio 1 microscópio invertido com captura de imagem.

2 Laboratório de Comportamento e Nutrição de Peixes

Este laboratório fica localizado no Departamento de Biologia Animal. Está em fase de reforma. Possui cerca de 100 m2, onde serão montados dois laboratórios, sendo um de comportamento, com aquários de vidros e outro para produção e nutrição.

3 Laboratório de Fisiologia Aplicada à Piscicultura (LAFAP)

O Laboratório é dividido em duas salas, sendo uma delas para condução da fase biológica dos experimentos e a outra para as análises laboratoriais, totalizando cerca de 100 m2. Em sua infraestrutura básica, o referido laboratório conta com um gabinete para professor, bancadas, pias, estantes, prateleiras sob as bancadas e prateleiras suspensas. A sala para condução dos experimentos tem instalado um sistema de recirculação de água com 32 aquários de 60L e filtros mecânico, biológico e ultravioleta, além de um sistema de 24 aquários de 35L em sistema estático, ambos com temperatura controlada por meio de termostatos e aeração da água por meio de compressor radial. A sala de análises laboratoriais é equipada com estufa de secagem de vidrarias, estufa para processamento histológico, chapa aquecedora, balança analítica, balança digital, microscópio óptico, geladeira, freezer, monitor digital Accutrend® Plus e Accu-Chek Active® para determinação de glicose, lactato, colesterol e triglicérides sanguíneos.

4. Laboratório de Ecofisiologia de Anfíbios e Ranário Experimental

O Ranário Experimental possui quatro laboratórios climatizados (86 m2), dois laboratórios com equipamentos de precisão (40 m2), um laboratório de manipulação de rotina (20 m2), um laboratório de manejo de produção de larva e pupa de mosca (30 m2), uma estufa com 20 caixas de 1000L de capacidade, 25 caixas com capacidade de 1000L cada, 14 tanques com capacidade de 7000L cada, setor climatizado para reprodução (45 m2), galpão com 500 m2 contendo 12 baias com 17,5 m2 cada.

 5. Laboratório de Ecofisiologia de Quirópteros (LEQ)

Este laboratório possui uma área de 80 m2. Sua infraestrutura é composta de interlab com almoxarifado para armazenamento de reagentes químicos, além de sala principal contendo bancadas para análises laboratoriais, computadores, geladeira, freezer horizontal, freezer -80 C, máquina de gelo, estufa para secagem e esterilização, espectrofotômetro colorimétrico, leitora de microplacas ELISA, homogeneizador de tecidos, bomba de vácuo, capela de exaustão para realização de experimentos, balança de precisão e outros equipamentos para dosagens de precisão como vidrarias e pipetas multicanais.

 6. Laboratório de Morfologia Animal (LabMorfo)

Este laboratório possui área de 80 m2 e conta com um medidor de pH marca FANEM; um microscópio Olympus CX40;  um microscópio Kyowa – Coleman, um microscópio estereoscópico Olympus SZH10, duas Lupas Micronal, uma estufa para secagem e esterilização FANEM 315 SE, um banho-maria, um agitador magnético, uma balança analítica LIBROR AEL-200, um micrótomo Olympus CUT 4055, uma geladeira de 280L e dois computadores.

 7. Laboratório de Sistemática Molecular (Beagle)

Área de 100 m2, equipada com 5 freezers (horizontais com coleção de tecidos e lotes de peixes de pequeno porte fixados em etanol) m 3 freezers verticais para reagentes e duas geladeiras. Duas máquinas de PCR, um nanodrop, três microcentrífugas, sendo uma delas refrigerada. Uma centrífuga de bancada para Ornitologia tubos de 15 mL. Quatro microscópios Olympus e um Leica, para triagem. Dois fotomicroscópios Olympus com câmeras digitais acopladas, estufas de cultura e secagem, medidor de pH de bancada 12 computadores. 1 Bx51-Fl-Iv Microscópio Biológico Trinocular Com Óptica De Correção Infinita e câmera acoplada, quatro lupas Olympus para triagem de material; 3 banho-Maria; 3 balanças, sendo 2 de precisão; um sistema destilador de água e um aparelho milli-Q para água ultra-pura; 1 câmara de fluxo laminar e uma capela de exaustão. Uma mochila de pesca elétrica; dois aparelhos multiparâmetro. Duas câmeras digitais.

8. Laboratório de Paleontologia e Osteologia Comparada (LAPOC)

Nas dependências do LAPOC são mantidas as coleções Científicas de Paleontologia e de Testudines e Crocodylia. Ocupa uma área de aproximadamente 80 m2 equipado com bancadas e equipamento de preparação de fósseis, compressor e sistema de ar comprimido, bancadas para estudantes e uma lupa binocular.

9. Laboratório das Abelhas e Vespas (LAV)

Área total de 80 m2 equipado com laboratório para experimentos, gabinete de professor e sala climatizada para experimentações.

10. Laboratório de Sistemática e Biologia de Coleoptera (LabCol)

Área total de 80 m2 equipado com sala para preparo e esterilização de material biológico, sala para experimentos, sala de microscopia e gabinete. Há também uma sala climatizada, que abriga uma coleção científica de besouros (Insecta: Coleoptera), com ênfase em besouros fungívoros, detritívoros e predadores.”

11. Museu de Zoologia João Moojen (MZUFV)

Localizado na Casa 32 da Vila Giannetti (Campus UFV) possui aproximadamente 400 m2. Está dividido em dois setores:

Pesquisa: abrigando as coleções sistemáticas de vertebrados, incluindo, salas mais de 25.000 exemplares depositados em acervos zoológicos dos grupos de Anfíbios, Répteis (Squamta) e Mamíferos. Além destes, encontram-se também, dois laboratórios (Herpetologia e Mastozoologia) totalizando uma área de uso comum de aproximadamente 200 m2. Dentre os equipamentos disponíveis citam-se: 4 microscópios, quatro microscópios estereoscópicos (lupas), cinco computadores, uma impressora.

Extensão: área de exposição pública permanente, com aproximadamente 80 metros quadrados e mais de 100 peças zoológicas (animais taxidermizados e/ou conservados, ninhos de aves e cartazes). Este setor recebe, além do público em geral, alunos de escolas públicas e particulares, com visitas guiadas por estudantes bolsistas da graduação auxiliados pelos da pós-graduação. Além deste, abriga uma sala de palestras e cursos com 40 m2, equipada com um datashow.

12. Setor de Piscicultura DBA/UFV

O setor de piscicultura conta com uma área de 34.100 m2 e compreende as seguintes estruturas:

a) Laboratório de Nutrição e Bioclimatologia: (32 m2, equipado com 30 aquários de 80 litros, dotados de sistema de recirculação de água, com filtros mecânico, biológico e com controle de temperatura. Neste laboratório também encontra-se um ar condicionado e um chiller)

b) Laboratório de Nutrição de peixes I: (32 m2, equipado com 36 aquários de 100 litros, dotados de sistema de recirculação de água, com filtros mecânico, biológico e ultravioleta e com controle de temperatura).

c) Laboratório de Nutrição II: (32 m2 equipado com 48 aquários de 80 litros, dotados de sistema de recirculação de água, com filtros mecânico e biológicos, e com controle de temperatura).

d) Laboratório de Reprodução Induzida e Digestibilidade: (32 m2 com 4 aquários de 1000 litros dotados de sistema de aquecimento controlado por termostato, filtro biológico e sistema de aeração com difusores acoplados a um soprador central. Neste laboratório também há 5 incubadoras de 220 litros e uma pia).

e) Laboratório de Biometria de Peixes e Análise de Água: equipado com um paquímetro manual, uma balança digital com precisão de duas casas decimais, uma balança analítica, um oximetro, um pHgametro, termômetros e um aparelho multiparametros. Neste laboratório também existe um ar condicionado e utensílios como tesouras, bisturis, entre outros.

f) Sala fria: encontram-se um freezer vertical de 280 L e um freezer horizontal de 500 L, duas geladeiras de 280L e uma DBO. Acoplado a sala a sala fria, existe uma outra sala com mesa, armários, cadeira e um banheiro privativo.

g)  Laboratório de Processamento de Rações: equipado com um peletizador (máquina de moer carne), uma estufa de circulação forçada, moinho manual e mesas. Neste laboratório ainda existe uma bancada para armazenamento dos apetrechos da piscicultura e outra para armazenamento de rações, além de um armário. Acoplado ao Laboratório de Processamento de Rações, existe uma sala de apoio.

Além dessas estruturas existe uma sala de aula.  No setor, ainda existem cerca de 1,79 ha de lamina, onde se dispõe 86 tanques/eou viveiros de vários tamanhos.

13. MeC Fauna Lab – Laboratório de Manejo e Conservação de Fauna

Este laboratório consiste em dois gabinetes situados no prédio do Departamento de Engenharia Florestal (DEF), com área aproximada de 16m2 e 24m2, respectivamente, com computadores, notebooks, impressoras, scanner, e armários contendo diversos equipamentos de campo, como máquinas digitais, armadilhas fotográficas, gaiolas de gancho, armadilhas do tipo sherman, redes de neblina, aparelhos de GPS, 3 drones para monitoramento ambiental, câmera termal modelo Zenmuse XT2, aparelho de localização por satélite marca SPOT e uma biblioteca com mais de 400 livros técnicos e apostilas, além de pelo menos 150 exemplares de periódicos científicos diversos.

 14. Centro de Conservação dos Saguis-da-serra da Universidade Federal de Viçosa (CCSS/UFV)

Este centro de conservação é um Criadouro Científico para Fins de Pesquisa, previsto em lei e com autorização de funcionamento emitida pelo Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais (Autorização de Manejo da Fauna Silvestre IEF Nº 425549). Pertence ao Departamento de Veterinária (DVT), em parceria com o Departamento de Engenharia Florestal (DEF) e permite a realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão, voltadas para reprodução, manejos clínico, populacional e reprodutivo, além de conservação de espécies de primatas nativas da Mata Atlântica. O CCSS conta com uma casa principal, que funciona como laboratório e área de ambulatório e triagem de animais silvestres, com cerca de 110m2, contendo 3 salas, um banheiro social, uma ampla cozinha e um ambulatório, ao lado de uma pequena sala de quarentena. No lado de fora, há uma garagem com um quarto utilizado como insetário (para alimentação dos animais). Além da casa, existem dois ambientes de recintos para abrigar primatas, um contendo 110m2 divididos em 8 ambientes interligados por túneis centrais e outro ambiente maior no interior da área de floresta, que tem cerca de 270m2 e deverá abrigar recintos desmontáveis para abrigar famílias sociais de primatas do gênero Callithrix (saguis ou micos).

15. Laboratório de Biologia Estrutural

Área total de 80 m2, equipado com 2 micrótomos para resina, 1 micrótomo de parafina, um knifemaker para navalhas de vidro, uma placa aquecedora, 1 banho-maria e material para inclusão em resina e em parafina. Possui também 2 freezers, 2 geladeiras, duas estufas de secagem de material, uma estufa de cultura e uma estufa para banhos de parafina. Também faz parte do acervo um microscópio estereoscópio e um microscópio multiusuário para uso de 5 pessoas em conjunto, além de uma centrífuga e de uma microcentrífuga. Há ainda 4 balanças para pesagens variadas, desde pequenas amostras até balanças para pesos de animais.

 16. Laboratório de Genética Ecológica e Evolutiva – Campus Rio Paranaíba

Área de 50m2. Este laboratório conta com balança analítica, agitador tipo vortex, sistema de eletroforese horizontal e vertical, transiluminador, termociclador, microcentrífuga, centrífuga, estufa BOD, freezer, geladeira, três microscópios binoculares, um microscópio estereoscópico, e um microscópio com sistema de epifluorescência e sistema de captura de imagens digital. Este laboratório está localizado no campus da UFV em Rio Paranaíba.

17. Laboratório de Biologia Animal da UFV-Florestal

O Laboratório de Biologia Animal da UFV-Florestal se encontra em fase final de construção. Ele contará com aproximadamente 80 metros quadrados de área construída. O gabinete do prof. Leonardo possui aproximadamente 12 metros quadrados, contando com um freezer horizontal, três computadores e materiais diversos para a coleta e taxidermia de aves (três carabinas de pressão e material de taxidermia), bem como para estudos de campo (redes de neblina, material de anilhamento, gravadores digitais, binóculos, range finder, GPS etc). Os pesquisadores vinculados ao laboratório também utilizam rotineiramente a Estação de Campo (“Field Station”) da UFV-Florestal, uma casa de quatro quartos totalmente mobiliada localizada no Campus da UFV em Florestal. Esta Estação de Campo tem servido de base para os trabalhos de campos de pesquisadores brasileiros e estrangeiros associados ao Lined Seedeater Project, um projeto de pesquisa de longa duração liderado pelo prof. Leonardo e desenvolvido em parceria com duas instituições holandesas, a Wageningen University & Research e o Netherlands Institude of Ecology. A Estação de Campo conta com um dois kits adicionais de anilhamento, redes de neblina, binóculos, aparelhos GPS, máquinas fotográficas, computadores etc).

Fora do DBA, desenvolvem-se atividades em colaboração com outros laboratórios:

  • Núcleo de Microscopia Eletrônica e de Microanálise (CCB-UFV)
  • Laboratório de Biofísica (DBG)
  • Laboratório de Imunologia (DBG)
  • Laboratório de Anatomia Vegetal (DBV)
  • Laboratório de Biologia Estrutural (DBG)
  • Laboratório de Bioquímica (BQI)
  • Laboratório de Propriedades Físicas da Madeira (ENF)
  • Laboratório de Nutrição de Peixes – Profa Rosangela Kiyoko Jomori Bonichelli da Faculdade Dr Francisco Maeda (FAFRAM)/Fundação Educacional de Ituverava SP
  • Centro de Isótopos Estáveis Ambientais UNESP Botucatu SP.
  • Laboratórios da Zootecnia da Universidade Estadual de Maringá
  • Laboratórios da UEPG, Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Laboratório Central De Pesquisa Animal (LCPA/DZO) da Universidade Federal de Lavras.

 

BUSCA NO SITE

Endereço

Programa de Pós Graduação em Biologia Animal
Departamento de Biologia Animal
Universidade Federal de Viçosa
CEP: 36570-900 – Viçosa – MG
Email: posbioanimal@ufv.br
Tel: (31) 3612-5253

Equipe de Desenvolvimento Web/UFV - 2013 - Mantido com Wordpress